terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Serviço de Atendimento Imediato (SAI) completa 10 anos

O Serviço de Atendimento Imediato (SAI), oferecido pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, atendeu a até o último dia 13 de dezembro, 932 pedidos de solicitações de usuários. Isto representa uma média de 4,5 atendimentos/dia e 81,5 atendimento por mês. O serviço, que em setembro completou 10 anos de instalação, atende aos casos de acidente automobilístico na Grande João Pessoa (João Pessoa, Cabedelo, Santa Rita e Bayeux), sem que haja vítima fatal.

De acordo com informações da Perita de Trânsito, Ana de Lourdes Franca Soares de Oliveira, em 96% dos casos, houve conciliação entre as partes. Os casos em que os envolvidos se evadiram e, também, daquelas que não conseguiram conciliação na primeira audiência de instrução e julgamento, totalizam 4%.

Por meio dos telefones (83) 3208-2536 ou 8831-7666, o interessado aciona o SAI e recebe atendimento no local, onde haverá uma tentativa de conciliação para solucionar as pendências decorrentes do sinistro.


Só que comigo, o tiro saiu pela culatra. Quando fui estacionar meu carro na Av. General Osório outro dia, um infeliz quis tomar minha vaga, e estacionando de frente, ou seja, totalmente errado. Eu aprendi a fazer a baliza de ré, de acordo com o que ensinam na auto-escola. Resumindo, o cara bateu na traseira de meu carro. Daí chamei o SAI para resolver, já que o tiozinho estava uma fera e só não lhe dei umas porradas em respeito aos seus cabelos brancos e pasmem:  as peritas do SAI deram o ganho de causa ao maldito cara. Pasmem novamente. Depois fiquei sabendo que o cara era Promotor de Justiça aposentado. (hehe) Peguei em bomba.

Resolvi colocar um vídeo, ensinando a pessoas como este Promotor e estas peritas a fazerem uma baliza. Assistam, por favor. Abaixo.

video


Nenhum comentário:

Postar um comentário